terça-feira, 13 de novembro de 2012

Apresentação


O Período Simples leva-nos ao aperfeiçoamento da competência linguística, bem como, a capacidade de análise, descrição e explicação do funcionamento morfossintático na língua.
Nosso grupo composto por seis integrantes  desenvolveu um blog para a disciplina de Morfossintaxe Aplicada da Língua Portuguesa da Universidade Paulista de Letras, o qual aborda um plano de aula  direcionado a alunos do ensino médio que já possuem certa maturidade e, em princípio, melhores condições de  interação e discernimento .
Foi escolhido o conteúdo relativo aos sujeitos oracionais e suas classificações, onde mencionaremos de forma mais detalhada os métodos para encontra-lo nas orações.

Plano de Aula


Objetivos Gerais
ü    Desenvolver uma definição adequada para sujeito, saber distinguir e identificar qual aparece na oração.
ü    Possibilitar aos alunos condições favoráveis para subsidiá-los com conteúdo importante da língua portuguesa e de maneira geral apresentar ao estudante o nível sintático de organização da língua.
ü    Incentivar o aluno à aquisição de um vocabulário suficientemente adequado para enriquecer, dominar e apropriar a própria língua portuguesa através de estudos sobre sujeito.

Objetivos Específicos
ü    Identificar qual o tipo de sujeito classificando - o.
ü    Socializar-se com os colegas através da atividade em grupo;
ü    Observar os diferentes tipos de sujeitos empregados nas diferentes atividades.

Recursos
Quadro e giz; data show, texto digitado, apostila e copias de exercícios.

 

Metodologia

O Tema central da pesquisa é como ensinar sujeito. Com base neste assunto, o desenvolvimento do trabalho se deu a partir de uma pesquisa realizada em livros e internet, na qual se aprofundou conhecimentos ópticos diferentes para análise da perspectiva abordada a estudantes do Ensino Médio, sobre como ensinar Morfossintaxe e como a mesma é aplicada no método de ensino atual nas escolas de diferentes classes sociais.
Utilizaram-se livros de autores distintos como Inês Sautchuk e Evanildo Bechara para a realização das pesquisas que deixa claro a visão de ambos e explica como aplicar em sala de aula através de recursos como vídeos, livros, gramáticas, slides de aula, entre outros.
Como estratégia será feito slides explicativos, e os alunos terão em mãos um resumo sobre o conteúdo para acompanharem a explicação. Em caso de esclarecimentos e duvidas, será utilizado o quadro e ao final, será aplicado exercícios.

Atividades a serem desenvolvidas
1º Aula: apresentação do conteúdo, explicando o que é sujeito, métodos para encontrá-lo e os tipos de sujeito.
2º Aula: Classificação dos sujeitos oracionais.
3º Aplicação de exercícios sobre o conteúdo e correção comentada.

Avaliação
Os alunos serão avaliados de forma individual valendo-se pelo interesse, participação, comportamento nas aulas aplicadas, desempenho oral, bem como na capacidade cognitiva expressada pelos mesmos na realização das atividades propostas, e ainda na organização.
Será aplicado exercícios individuais em sala de aula, para que se tenha ideia do nível de entendimento da turma e da sua habilidade para reconhecer e utilizá-lo de forma adequada, bem como identificar quais alunos ainda apresentam dificuldades. Por essa razão, a correção deve servir como mais um momento de aprendizado.